PILARES MARCAM A CONSTRUÇÃO DE VIADUTO NA ENTRADA DO MUNICIPIO

Dos 16 pilares que vão sustentar as pistas elevadas, no viaduto de acesso ao centro de Laguna, doze estão erguidos e outros quatro estão em fase de construção. A base para completar a estrutura segue em paralelo a elevação dos taludes nas cabeceiras Norte e Sul. Cercando o canteiro de obras, o fluxo de veículos da BR-101 Sul segue em desvio lateral, requerendo atenção dos usuários em trânsito.
O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) vinha concentrando trabalhos no segmento desde o final do mês de agosto passado, quando o canteiro central do retorno em nível foi retirado. O consórcio Setep-Setorsul, responsável pelo obra, está atacando tanto a construção do viaduto quanto a elevação dos taludes, com depósito e compactação de aterro nas cabeceiras de acesso. A estrutura em construção faz parte das obras de duplicação da BR-101 Sul/SC, dentro do lote 1 da Travessia Urbana de Laguna. O lote 2 abriga a construção de ponte sobre o Canal de Laranjeiras, com 2.830 metros de comprimento.
O viaduto de acesso a Laguna será o maior do lote 1. Quando concluído terá 71,25 metros de extensão, localizado no atual retorno em nível de acesso a cidade. A construção terá o tráfego da rodovia federal desviado para pistas em construção, com nova configuração de pista no km 311.

Desde o final do ano passado, está em operação a mudança de tráfego no desvio de pista construído 311,8 da BR-101 Sul, em Santa Catarina. O segmento está inserido em aglomerado urbano, entre os bairro Barranceira e Cabeçuda e servirá para redefinir o fluxo de veículos para fora do traçado atual da rodovia neste trecho. O novo desvio terá prioridade para circulação de veículos. Com aproximadamente 400 metros de extensão, o desvio tem sinalização provisória de obras instalada, defensas metálicas na faixa de sentido Norte-Sul e limites de velocidade fixados em 60 km/h, na faixa de desaceleração, e 40 km/h, no interior do segmento. Os pedestres precisam atentar aos locais destinados para travessia da pista. Fora do desvio, o fluxo de veículos segue em pista simples, com duplo sentido de tráfego.
Não é permitida a manobra de ultrapassagem dentro do desvio. O acesso a cidade de Laguna continua pelo retorno em nível pertencente ao antigo traçado da rodovia federal.
Características da Obra da Rodovia
O trecho terrestre da Travessia Laguna:
- Extensão de 8,2 quilômetros, sendo 5,38 quilômetros de pistas duplicadas, entre o km 308,000 e o km 313,105 e entre o km 315,920 e o km 316,200 somados a extensão da ponte em construção, com 2830 metros;
- Interseção em dois níveis no acesso à Comunidade de Bentos – km 307,500 (lote 25/SC);
- Duplicação em paralelo à pista atual – km 308,0 – km 313,105 (lado direito sentido Norte-Sul);
- Projeto de integração da pista duplicada com as laterais da BR-101/SC – km 308,0 - km 313,105;
- Passagem Inferior de Pedestres – Km 310,50;
- Interseção em dois níveis no acesso à Laguna por viadutos – km 308,52 (22,8 metros de extensão) - km 311,8 (acesso a Laguna, com 71,25 metros de extensão);
- Passarela no km 312,82, em Cabeçuda.

Imagens da matéria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participaçao e leitura, ficamos gratos.