UMA HISTÓRIA INTERESSANTE

Estava eu, como de costume no final de tarde no Tieli Supermercados, do como faço todos os dias, não só eu, como muitos tambem tem o mesmo hábito de comprar o pão nosso de cada dia, quando me deparei com o meu amigo Luis Alberto Gariba, que vive sempre contando uns fatos ocorridos aqui na terrinha, e me contou uma história que achei interessante, por isso conto pra vocês agora.
Era uma vez, uns meninos que tinhan um grande objetivo de galgar os maiores degraus do sucesso, reunidos numa garagem, com instrumentos que na época não tinham muita qualidade, inclusive o primeiro teclado foi uma doação da saudosa mãe do nosso querido Samir Abraão, que na época possuiam uma loja  no Centro de nossa Cidade. E o teclado ja deu pra imaginar que era aqueles que os Pais presenteiam seus Filhos para brincar e aprender a tocar alguma coisa.
Mas até aí nada de especial, mesmo porque o Gariba, quando está de posse de qualquer instrumento, ou equipamento, ele dá um  jeito de funcionar de qualquer maneira. Bom ja deu para perceber que se tratando do teclado desse jeito, como não seria os outros instrumentos?
Mas deixa pra lá, o mais importante é que o Ave de Rapina começava a decolar a partir daí. Mas, enfim chegou o grande momento da banda se preparar para uma grande apresentação, e é ai que aparece o Festival de Música de Blumenau, mas como chegar até lá? e como fazer a inscrição? e é aí que entrou na parada uma irmã do Gero, que na época era universitária e cuidou de tudo, fazendo a inscrição da Banda para o Festival. E daí por diante os dias foram passando quando derrepente chega de Blumenau, os documentos para serem preenchidos devidamente, esses papéis  foram parar nas mãos do nosso querido Jõao Rodrigues, que na época ainda estava começando e educando sua voz para o sucesso.
Nesse momento muito preocupado com tudo e com a estréia num festival desse nipe, procurou o Gariba e disse: e agora o que vamos fazer? ta todo aí e como vamos pra Blumenau se nem ao menos a nossa Banda tem nome? E como o nosso João ja tinha talento de sobra naquela época, e no momento estava desenhando uma águia, e essa mesma ave tem aquela saliência no bico, uma curvatura acentuada que se chama rapina, estava nascendo ai  Banda "Ave de Rapina".
Mas aí faltava um detalhe, e a música pra participar do Festival? e foi ai que apareceu Um Lindo Blue, e os ensaios foram constantes ja pensando no grande momento oque aconteceria com uma Banda que estava começando. Muito bem, conversa pra cá, ensaio pra lá estava tudo indo muito bem, mas chegou o grande dia de voar rumo ao sucesso, como se deslocar daqui até Blumenau com a Banda? só os instrumentos, porque nem equipamentos possuiam.
Resolveram então ir até a Prefeitura Municipal, procurar o Prefeito da época o nosso João Guarberto Pereira - Joãozinho como era popularmente conhecido. Conversaram com Joaõzinho e ele disse: Falem com  Ézio na oportunidade era Secretário de Cultura do Municipio, e dai conseguiram um ônibus pra levar a Banda e outro também para torcida. E lá foram os meninos para  Blumenau.
Chegando lá se acomodaram e ficaram esperando a hora certa, quando em certo momento apareceu um cidadão bem mal humorado e disse: Quem é a turma de Laguna? naquela altura do campeonato como se diz, a moçada ja tremia, mas não foi problema, liga esse instrumento aqui, liga outro ali, e vamos lá, começaram então a apresentação, e "Um Lindo Blue" começava a ecoar pelos quatro cantos do ginásio de esportes daquela cidade. E não deu outra, quando o João  soltou sua voz,  foi uma loucura e  terminada a apresentação, o cidadão aquele mal humorado que os recepcionou, quando eles chegaram lá lembram?
Pois é, chegou perto dos meninos e falou para o responsável pelo som do festival: Coloca um brilho aí que ta tudo de bom e do melhor, porque eles vão se apresentar outra vez.
E daí minha gente foi só alegria, deste momento em diante começava um võo de grande sucesso do nosso  "Ave de Rapina", que diga-se de passagem, perdura até os dias de hoje.
Parabéns a esse grupo que volta agora em 2011 com muita qualidade e novidades em suas apresentações.
Abaixo algumas fotos da época e a Capa do Diário Catarinense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participaçao e leitura, ficamos gratos.